sábado, 17 de fevereiro de 2018

Dando continuidade á construção da mala posta, começo por mostrar como faço os dois moldes em madeira para a construção dos painéis laterais da caixa, eles são feitos em fibra de vidro,as portas são depois recortadas bem assim como as janelas, estas são feitas com vidro de 1 mm e os caixilhos em madeira de mogno envernizada, como no original, mais algumas fotos para melhor elucidação. espero que gostem de ver este progresso.

 dando forma com a grosa , aos moldes para formatar os painéis , em fibra de vidro.


 Moldes já terminados e prontos para formatar a fibra de vidro.

 recorte das portas e janelas.
 afinando as calhas onde vai correr a janela, é sempre feito um molde em cartolina com a expessura adequada de todo o conjunto.


 os frisos das falsas janelas e portas são feitos em madeira de buxo, com 0,25 mm de grossura e 1,5 mm de largura.
 janela já terminada bem assim como o manipulo da porta
 ensaio da janela com o painel de forro interior da porta, e a tira que sobe e desce a janela.

quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

malaposta nº 5

Dando continuidade na construção do royal mail coach nº 5, hoje dei por terminado o rodado dianteiro e todos os componentes a ele associados, dado que esta parte é independente de todo o conjunto, fica já arrumada e serve também para o alinhamento das rodas traseiras, aqui vão algumas fotos deste trabalho, o próximo paço será a construção do corpo, com destaque para os paineis laterais, são feitos dois moldes em madeira destes paineis para formatar as partes com a curvatura que os mesmos tem.espero que gostem de ver esta compilação do trabalho agora terminado.




 As várias fases de acabamento antes de ser pintado e depois de pintado





sexta-feira, 26 de janeiro de 2018

mala-posta nº 5

No seguimento da construção da carruagem da mala-posta nº 5 , hoje vou mostrar mais alguns progressos na parte do rodado dianteiro, a 5ª roda, braços laterais reforços laterais ferragens, muitas algumas são feitas a estanho outras a prata, a madeira usada é toda de faia, falta terminar o eixo e os apoios das molas para ficar todo concluído este  conjunto do rodado dianteiro, mais algumas fotos para melhor elucidação desta construção.












quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

carruagem da mala-posta 5

Dando seguimento, na construção da carruagem da malaposta de origem desconhecida, mas com o nº5 gravado nos estribos de acesso ao interior , o que na verdade deveria ser afixado nas portas, para uma mais fácil identificação, pois com os estribos dobrados não é possível ver o nº da carruagem.
Bem depois de todas as medidas, fotos, desenhos e esboços, é altura de passar tudo para a escala 1/10 e dár início ao trabalho, aqui vão algumas fotos deste progresso, já com os desenhos bastante avançados e algumas peças em execução.


 várias fases da construção dos planos, para dár inicio á construção.




Construção do estaleiro, com as longarinas onde toda a carruagem vai assentar já em execução.



sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

Hoje terminei as rodas da carruagem, elas estão prontas para pintar, como podem ver já tem a 1ª camada de primário, para proteger a madeira e metal.
Esta carruagem fazia viagens muito longas e contínuas, ao longo de estradas com muitos buracos, curvas e inclinações, e ainda o enorme peso que a mesma transportava, portanto as rodas tinham que ser robustas , fortes e compactas, como podem ver os raios são escalonados a 3 e 7 º  o que lhe concede uma grande solidez aos choques de torção  e tracção , as pinas,







são também aparafusadas aos aros das rodas, reforçando assim todo o conjunto, em que cada roda de trás pesava cerca de 70 kg., por este motivo era dedicada especial atenção a estes componentes das carruagens da malaposta.
Mais algumas fotos desta compilação.
Dado que este será o meu último artigo publicado neste ano de 2017, aproveito para desejar a todos os leitores votos sinceros de um Ano Novo cheio de prosperidades e com muita saúde. J. C. Brito.

 Os aros são em aço de 1mm de espessura e soldados a prata para maior solidez.


 Os raios no cubo da roda são escalonados a 3 e 7º.


 As pinas são aparafusadas ao aro da roda para  dár maior solidez a todo o conjunto da roda.

sábado, 2 de dezembro de 2017

A IMPORTÂNCIA DAS RODAS NAS CARRUAGENS DA MALA-POSTA
Havia 2 componentes nas carruagens, ás quais os cocheiros dedicavam especial atenção, a lança e as rodas, a primeira quando se partia, a carruagem ficava sem controlo e despistava-se, as rodas quando colapsavam provocavam acidentes imprevisíveis, cada carruagem da malaposta de origem Francesa pesavam aproximadamente 1.900 Kg. Vazia, mais os passageiros, até 12, mais a carga de correio e demais bagagens, no total  seriam aproximadamente  2.600 Kg,. Que as rodas tinham que suportar ao longo de 300 Km.do percurso entre Lisboa Coimbra e Porto, por esta razão as rodas das carruagens tinham características especiais para aguentar este enorme esforço, para se ter uma ideia da robustez destes componentes, cada roda traseira, portanto as maiores, pesavam entre 60 e 70 Kg, com as ferragens, os cubos e as Pinas eram feitos de madeira de azinho, e com a madeira semi-verde, pois em seca era impossível trabalhá-la, tinha um comportamento como o ferro, para lhe conferir ainda maior robustez, os raios não eram simétricos, mas sim escalonados a 3 e 7 graus em relação ao cubo do lado de fora, nas investigações que fiz a este respeito, há relatos de, nos meses mais quentes do ano era  habito enrolar uma serapilheira encharcada em água em volta do cubo junto dos raios a fim de manter todo o conjunto mais uniforme e evitar que os raios do sol incidissem sobre eles, provocando folgas e gretas e evitar assim o colapso das rodas, Havia em todas as estações de muda uma ferraria onde dispunham de rodas suplentes para todas as eventualidades, os eixos das rodas eram lubrificados também com alguma regularidade  devido ao grande atrito provocado pelo peso e grandes distâncias percorridas, os lubrificantes usados eram uma mistura de óleo com sabão.
Em relação ás rodas desta miniatura que agora vou iniciar, dado que são muito similares ás anteriores eu não me vou alongar muito em pormenores, apenas as partes principais que as compõe, várias  pessoas me tem abordado este tema, da construção das rodas, pois é um trabalho que requer alguma habilidade e muito treino, mas aqui vão algumas fotos deste trabalho.


 Nesta foto é possível  ver o escalonamento dos raios, de fora 3 º interiores 7 º
 Algumas fases da construção das rodas, após o desenho feito á escala 1/10 as pinas cubos e raios.


 Gabarito para centrar e afinar os raios dentro das rodas.